Aranha Marrom

A aranha marrom (Loxosceles spp), é uma espécie pouco agressiva, de hábitos noturnos. Ela constrói uma teia irregular e se esconde sob telhas, pilhas de tijolos, atrás de quadros, dentro de roupas deixadas penduradas nas portas e dentro dos sapatos. O acidente acontece quando a pessoa sem perceber a sua presença, pressiona de alguma forma a aranha. Na hora da picada quase não se sente dor. No entanto, após 12 a 24 horas, o local atingido passa a apresentar inchaço e dor, como se fosse uma queimadura. A vítima, então, passa a se sentir mal e a ter náuseas. Pode ocorrer febre e no local da picada inicia-se um processo de necrose.

Acidentes com crianças podem ser fatais e nos casos mais graves a urina apresenta uma coloração semelhante a “Coca-Cola”.

Em caso de acidente com a Aranha Marrom, colete a aranha e vá o quanto antes a um hospital ou um posto de saúde, pois é necessário receber soro antiaracnídeo. A vacina antitetânica também é recomendada.

Para evitar a proliferação, é importante manter os jardins limpos e aparados. Remover entulhos, pedras, madeira e materiais acumulados. Examinar camisas, blusas e calças antes de vestir, além de combater a proliferação de insetos, já que são deles que as aranhas se alimentam.

Conheça o programa de controle químico da Aranha Marrom oferecido pela Ecotrat.

Para saber mais sobre a Aranha Marrom, clique aqui.



Medo = Fobia

Algumas pessoas têm medo de insetos ou aracnídeos, esse medo, também conhecido como fobia, pode ser:

- Insectofobia e Entomofobia: que são medos dos insetos.
- Isopterofobia: Medo das térmitas (espécie de inseto que come madeira, também chamadas de cupins em algumas regiões).
- Aracnofobia: Medo de aranhas.



Pernilongos (dengue)

Os pernilongos ou mosquitos são insetos da ordem díptera invertebrados com 2 asas, dentre os mais conhecidos, temos os do Gênero Culex e Aedes, transmissores de doenças como Dengue e Febre Amarela. Provavelmente você já foi picado por algum pernilongo, se isso ocorreu, podemos afirmar que este pernilongo era uma fêmea porque as fêmeas necessitam de sangue para maturar os ovos e gerar assim a nova geração. Os machos normalmente utilizam outras fontes de alimento como seiva e néctar.

A Ecotrat possui programas específicos para controlar esses insetos em todas as suas fases da vida, de ovo a adulto.



Baratas

As baratas pertencem ao nosso planeta há milhões de anos e são do grupo dos insetos. Por isso, seu metabolismo e reprodução sofrem a influência da temperatura (diminuem no frio). Esses bichos são Onívoros (podem se alimentar de qualquer fonte de comida animal, vegetal e até sintéticos ou químicos), se reproduzem por ovos, as OOTECAS e cada uma destas podem gerar de 25 a 32 filhotes.

A Ecotrat realiza trabalhos para todas as espécies e também específicos para Blatela Germânica (barata de cozinha ou alemã), e as Periplanetas (baratas de esgoto).



Roedores

No grupo dos roedores existe uma gama de gêneros e espécies que apresentam como uma das características o crescimento contínuo dos dentes, que servem como ferramenta da alimentação. Devido a este crescimento, os dentes devem ser desgastados e afiados diariamente, o que gera vários transtornos, pois podem roer cobre, fibra ótica, paredes, tubos de plástico, telas, entre outros. As espécies mais comuns são Camundongo (Mus musculus), Ratazana (Rattusnorvegicus), Rato de Forro ou Rato Preto (Rattusrattus). Outros exemplos de roedores são: coelhos, lebres preás e o maior deles a capivara.





Gustavo Fraguas

Biólogo
Curitiba, Região Metropolitana e Litoral
(41) 99968-6089

Alessandro Nunes

Téc. Agrícola
Ponta Grossa, Guarapuava e Laranjeiras do Sul
(42) 99921-9432

Luiz Augusto Koyama

Eng. Agrônomo
Cascavel, Toledo e Foz do Iguaçu
(45) 99936-9810 | 3038-6577

[email protected]


© 2021 ECOTRAT | Todos os direitos Reservados Controle de Pragas - Limpeza Caixa d'agua - Aranha Marrom - Desratização - Desinsetização -